Quem Somos

Minha foto
Recife, Pernambuco, Brazil
O Blog Educar com Cordel é editado pelo poeta e escritor Paulo Moura, Professor de História e Poeta CORDELISTA. Desenvolve o projeto EDUCAR COM CORDEL que visa levar poesia e literatura de cordel para as salas de aula, ensinando como surgiu a Literatura de Cordel, suas origens, seus estilos, suas heranças. O Projeto Educar com Cordel é detentor do Prêmio Patativa do Assaré de Literatura de Cordel do MINC (Ministério da Cultura).

quinta-feira, 30 de junho de 2011

PROJETO TRAVESSIA e UNICORDEL juntos na UNIDADE MÓVEL da XII FENEARTE

O Projeto Travessia, ação do Governo do Estado, realizado pela secretaria de Educação (SE) em parceria com a Fundação Roberto Marinho, que trabalha pela erradicação da distorção idade-série entre jovens, participa pela primeira vez da Fenearte.
Cerca de 1.400 alunos de mais de 70 turmas de toda rede pública estadual estão desenvolvendo, escrevendo e ilustrando cordéis cujo mote é o artesanato e a cultura popular das regiões aos quais pertencem. O trabalho faz parte da cadeira de língua portuguesa que estuda os gêneros literários entre eles o Cordel.
O resultado será apresentado na Unidade Móvel do Artesanato, uma carreta com 22m de comprimento e 70m² de área, que ficará no jardim do Centro de Convenções, próximo à bilheteria.
Ainda na Unidade Móvel, a União dos Cordelistas de Pernambuco – Unicordel irá comercializar folhetos de autores do nosso estado.

Confira o vídeo de divulgação da XII Fenearte

Gigantes em xilogravura invadem a cidade. Agora as intervenções urbanas, que já viraram tradição em Recife, estão no filme institucional da Fenearte 2011. Uma idéia criativa da Plano b) para trazer a campanha para o nosso cotidiano. No trânsito, nos rios, nos parques. Eles estão por todo lugar.

Confira o vídeo de divulgação da XII Fenearte

Confira o vídeo de divulgação da XII Fenearte

Centro de Convenções abriga 12ª Fenearte a partir desta sexta-feira

O cordel é o tema desta edição, que segue até 10 de julho com o melhor da arte popular de Pernambuco, do Brasil e de 35 países

Da Redação do pe360graus.com
Reprodução / TV Globo
Foto: Reprodução / TV Globo
Começa nesta sexta-feira (1º de julho), a partir das 14h, em Olinda, a Fenearte, a maior feira de artesanato do país. São cinco mil artesãos do Brasil e do exterior, que trazem o melhor da arte popular, em mais de 800 espaços. Até o dia 10 de julho, o Centro de Convenções abriga mais de cinco mil expositores e a expectativa é receber um público de 270 mil pessoas.

Este ano, a novidade é o Museu do Cordel - tema desta 12ª edição - que vai levar para a área do mezanino uma parte do acervo de Liêdo Maranhão, um dos maiores colecionadores de cultura popular do país. O espaço terá uma prensa antiga, matrizes e livros de cordéis originais, inclusive folhetos raros da história do Brasil.

Cerca de R$ 3,5 milhões foram investidos na feira, que deve movimentar R$ 28 milhões em negócios. Outra novidade é em relação à estrutura física da Fenearte, que permitirá mais liberdade e mobilidade ao público. A lógica do labirinto foi mantida, mas quem estiver no evento poderá sair por todos os portões.

ESTADOS E PAÍSES
Todos os estados brasileiros, sejam vindos pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), sejam pelo Sebrae, além dos expositores individuais, marcam presença na XII Fenearte. A diversidade cultural de 35 países será representada no setor internacional da Feira. Nesta edição, o visitante poderá conferir a riqueza do artesanato e ou gastronomia da Alemanha, Bangladesh, Chile, China, Cuba, Emirados Árabes, Equador, Filipinas, França, Grécia, Guatemala, Índia, Indonésia, Itália, Japão, Líbano, Malásia, Marrocos, Nepal, Nigéria, Paquistão, Peru, Portugal, Quênia, República Tcheca, Senegal, Sri Lanka, Síria, Tailândia, Tunísia, Turquia e Uruguai. Além da participação inédita de representações da Ucrânia com peças de porcelana decorativa, da Austrália com um estande de semi-joias típicas, e o artesanato típico do Oriente Médio com a Jordânia.

SINALIZAÇÃO
A Fenearte contará com mapas interativos em monitores de 32 polegadas de ação de toque (“touch screen”), onde será possível localizar os expositores pelo nome, número do estande ou ainda pelo título de estabelecimento (nome-fantasia), como também consultar a programação artística e cultural.  A sinalização também será reforçada por carpetes coloridos e painéis verticais que informarão o número das ruas, posição de banheiros, cashes bancários, pontos de informação, entre outros.

ESPACO INDÍGENA
Para valorizar a cultura indígena, a Fenearte terá em uma de suas ruas estandes com representações das seguintes etnias de Pernambuco: Truká (Cabrobó), Fulni-ô (Águas Belas), Xukuru (Pesqueira), Pankararu (Tacaratu e Petrolândia), Atikum (Carnaubeira da Penha), Kambiwá (Ibimirim, Inajá, Floresta e Garanhuns).

ALIMENTAÇÃO
Nesta edição, a Praça de Alimentação foi novamente instalada na área externa do Centro de Convenções, com acesso pelo pavilhão. A área contará com 10 restaurantes, 138 mesas e 552 lugares, arquibancada e o palco Mestre Salustiano com o melhor da programação artística e cultural. Ao longo da Fenearte serão distribuídos estandes de alimentação artesanal, quiosques de alimentação rápida, dispostos nas praças de descanso, além de creperia, cafeteria e bar e restaurante no mezanino.

OFICINAS GRATUITAS
Uma série de oficinas gratuitas será oferecida aos visitantes da Feira. O público poderá conferir os processos de criação da xilogravura com J. Borges e seu filho Pablo J. Borges, a arte das máscaras dos papangus em papel colê com Lula e Lulinha Vassoreiro, a costura das Bruxinhas de Pano com Maria das Graças e a estamparia de tecidos com representantes do Programa de Formação do Jovem Artesão, organizado pelo Museu do Homem do Nordeste.

ATIVIDADES INFANTIS
Para a criançada, as opções serão as atividades na Escolinha de Arte do Recife, no piso inferior, além das vivências circenses conduzidas pelo grupo Arricirco e apresentações teatrais, no mezanino.

RODADA DE NEGÓCIOS
Promovida pelo Sebrae, a Rodada de Negócios será realizada nos dias 02, 03 e 04 de julho, das 14 às 21h. Nesta edição, pelo menos 20 lojistas de todo o país participarão da Rodada que deverá resultar em 360 encontros entre empresários e artesãos. A estimativa é gerar aproximadamente R$ 3,7 milhões nas negociações, 10% a mais que no ano passado.

ESTACIONAMENTO
Para facilitar o acesso à Fenearte, o visitante irá contar com 1.850 vagas para estacionar. Serão disponibilizadas 1.350 vagas, além de mais 500 na Fábrica Tacaruna. Outro ponto de apoio serão as vans gratuitas do Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções. Visando um maior conforto, mais uma vez, um quiosque para pagamento do estacionamento será instalado na saída do pavilhão.

SERVIÇO
XII Feneart
De 01 a 10 de julho
Centro de Convenções de Pernambuco
Horário de funcionamento nos dias 02, 04, 05, 06 e 07: das 14h às 22 horas
Horário ampliado nos dias 03, 08, 09 e 10: das 10h às 22h
Valores dos Ingressos de segunda a sexta: R$ 6 (inteira) R$ 3 (estudantes, crianças até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos)
Valores dos ingressos sábados e domingos: R$ 8 (inteira) R$ 4 (estudantes, crianças até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos)
Venda de Ingressos: Shopping Tacaruna e bilheterias do Centro de Convenções
Serviço de vans gratuitas a cada 15 min. no Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções (das 14h às 22h15)
Informações: www.fenearte.pe.gov.br

quinta-feira, 23 de junho de 2011

LITERATURA DE CORDEL: Uma Justa Homenagem

Este ano, como muita gente já sabe, a literatura de Cordel estará sendo lembrada e reverenciada na 12ª Fenearte.
Nós, poetas cordelistas Pernambucanos estamos nos sentindo honrados com tamanha deferência.
E para abrir com chave de ouro este evento, os cordelistas da UNICORDEL estarão todos os dias do evento dando as boas vindas ao público, realizando recitais relampago em horários alternados em frente à Unidade Movel, que estará estacionada na entrada da Feira.
Neste espaço, a UNICORDEL e o pessoal do Projeto Travessia, estarão apresentando trabalhos totalmente voltados à Literatura de Cordel. Alunos da Rede Publica de ensino irão visitar a Unidade Móvel e mostrar seus trabalhos de poesias e xilogravuras. Ao lado, bem pertinho destes, estarão os poetas Cordelistas da UNICORDEL dando o suporte necessário e realizando recitais, para que o publico sinta de perto a emoção e a beleza que é a Literatura de Cordel.
Confira abaixo, mais noticias sobre a FENEART e veja também os horários de abertura e fechamento da feira.
Um abraço e até lá!

Poeta Paulo Moura

Fenearte homenageará o cordel em 2011

Conheça as novidades da feira



Assista ao vídeo
Conheça as novidades da Fenearte. Imagens: Fenearte/Divulgação


As novidades e a programação completa da 12ª Feira Nacional de Negócio do Artesanato (Fenearte) foram divulgadas nesta segunda em entrevista coletiva promovida pelo governo do estado. A literatura de cordel é a grande manifestação cultural homenageada este ano. Como parte da campanha de marketing, personagens gigantes desenhados com estilo de xilogravura foram instalados nas ruas do Recife, em pontos como a Avenida 17 de Agosto e o Parque da Jaqueira. A Fenearte ocorre de 1º a 10 de julho no Centro de Convenções.

Dentro da feira, o espaço Estação do Cordel abrigará uma grande exposição sobre o tema, com folhetos da coleção de Liêdo Maranhão e reproduções de cordéis portugueses, além de objetos como prensas, filmes e uma linha do tempo.

Há novidades também no traçado da feira. A partir deste ano, os visitantes podem voltar ao estacionamento para deixarem os produtos no carro e depois retornar aos estandes (sem precisar carregar tudo enquanto caminham nos corredores). Todos os portões poderão ser usados como saída, mas apenas as entradas B e E permitirão o acesso livre ao estacionamento.

Outra novidade é o Espaço Indígena, dedicado à produção artística das etnias pernambucanas Truká, Fulni-ô, Xukuru, Pankararu, Atikum e Kambiwá. No Espaço Interferência, o público vê as integrações entre o artesanato e o design de interiores.

Com o Projeto Travessia, cerca de 1,4 mil alunos da rede pública estadual produzirão seus próprios folhetos de cordel, que serão apresentados em uma carreta (Unidade Móvel) na área externa, onde também serão comercializados folhetos de cordéis num espaço dentro da carreta que ficará sob o comando dos poetas cordelistas da UNICORDEL (União dos Cordelistas de Pernambuco). Do lado de fora desta Unidade Móvel, haverá tambem recitais de poesia matuta e leitura de Cordéis, realizados pelos poetas cordelistas, divulgando seus trabalhos e dando boas vindas ao público.

Este ano, participam mais de 5 mil expositores de 35 países, em uma área de 29 mil metros quadrados. Espera-se um público de 270 mil visitantes. O investimento do governo e dos patrocinadores é de R$ 3,5 milhões. A estimativa é movimentar economicamente R$ 28 milhões em negócios.

SERVIÇO
Data: de 01 a 10 de julho
Local: Centro de Convenções de Pernambuco
Horário de funcionamento nos dias 02, 04, 05, 06 e 07: das 14h às 22 horas
Horário ampliado nos dias 03, 08, 09 e 10: das 10h às 22h
Valores dos Ingressos de segunda a sexta: R$ 6 (inteira) R$ 3 (estudantes, crianças até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos)
Valores dos ingressos sábados e domingos: R$ 8 (inteira) R$ 4 (estudantes, crianças até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos)
Venda de Ingressos: Shopping Tacaruna e bilheterias do Centro de Convenções
Serviço de vans gratuitas a cada 15 min. no Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções (das 14h às 22h15

CÍCERO MORAES DECLAMA POESIA DE ZÉ ADALBERTO

É SÃO JOÃO, MINHA GENTE!!!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Paulo Matricó... no Matulão? Tô lá!!

AGENDE-SE

A Arte de Narrar

 
                                 União Brasileira de Escritores


Coordenação: Sonia Carneiro Leão
Participação: Melchiades Montenegro

Local:  Livraria Jaqueira
Dias:  nos segundos sábados de cada mês
Hora:  11 horas

Programa:

Dia 9 de JulhoNarrando Cordel
Felipe Jr.  e  Paulo Moura


Dia 13 de agostoNarrando Biografias
Cássio Cavalcante e Antônio Neto


Dia 10 de setembroNarrando Contos
Paulo Afonso Paiva

Dia 8 de outubroNarrando Romance
Conceição Alves de Lima e Luciene Freitas


Dia 12 de novembroNarrando Poemas Ritmados
Rosa Lia Dinelli e Paulo Camelo


Dia 10 de DezembroNarrando Pesquisas Históricas
Melchiades Montenegro  e  Ana Maria César


Dia 14 de janeiroNarrando Haicais
Grupo Haicai Arrecifes
                                




segunda-feira, 6 de junho de 2011

LAMPIÃO: SUCESSO DO XAXADO

 

Poeta Paulo Moura recitando no Palco do VIII Encontro NOrdestino do Xaxado


Olá, gente:
Pode se dizer sem um trisca de dúvidas: O VIII ENCONTRO NORDESTINO DE XAXADO foi um sucesso, do tamanho – ou maior – que o reinado de Lampião. O evento aconteceu no último final de semana, de 02 a 05 – de quinta a domingo, em Serra Talhada, sertão pernambucano. Maria Bonita, a Rainha do Cangaço, foi  a grande homenageada. A mulher de Lampião é conhecida como uma das principais personagens do cangaço brasileiro e este ano completaria 100 anos.  Todos os anos o encontro promove um resgate da dança com a participação de grupos culturais de estados como Pernambuco, Rio Grande do Norte, Sergipe, Ceará, Paraíba e Bahia.
 “O encontro é uma forma de fortalecer nossa identidade cultural, resgatar e manter viva a história, promover a força da arte regional, além de entretenimento, é claro”, destacou como objetivo do evento, a presidente do grupo Ponto de Cultura Cabras de Lampião, Cleonice Maria. Ela destacou a relação histórica entre o xaxado e a cidade de Serra Talhada. “O xaxado é uma dança de guerra e entretenimento criada por Lampião e seus cabras, aqui em Villa Bella e arredores, no início dos anos 20, no século passado. Hoje, nossa antiga vila, chama-se Serra Talhada, é a famosa Capital do Xaxado”, explicou Cleonice.
O festival serve ainda para fomentar o turismo da cidade, agregando valores econômicos. “Com a valorização do talento dos artistas sertanejos se cria um mercado de trabalho que beneficia não só artista, mas os guias turísticos, contadores de história e outros técnicos. Além disso, o encontro alavanca o turismo na cidade e região, gerando oportunidade de trabalho e renda através da rede hoteleira, gastronômica e do comércio”, disse a presidente do Ponto de Cultura.
O sucesso começo logo no inicio da programação com o desfile dos grupos: saindo da Praça Lampião, em cortejo, até a Vila Ferroviária, onde aconteceram a maior parte  das apresentações. No Pólo da Feira Livre, na Área de Alimentação, os grupos faziam os feirantes cair no ritmo dos cangaceiros.
Uma multidão se concentrou na Estação para assistir a diversidade dos passos, a indumentária, as músicas lembrando cantos de guerra.
Agradecemos aos patrocinadores: Sebrae / Prefeitura de Serra Talhada / Fundarpe / Secretaria Estadual de Cultura / Chesf / Governo Federal.
Está de parabéns o Ponto de Cultura Cabras de Lampião.
Saudações cangaceiras
KARL MARX

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Última semana para enviar propostas para o Festival de Inverno de Garanhuns

Fundarpe fará plantão no sábado e no domingo, até às 17hs, para recebimento dos projetos
Fundarpe

Descrição da imagem
Equipe da Fundarpe recebe propostas de programação até o dia 05 de junho


A Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) fará um esquema de plantão, no próximo sábado e domingo, para receber as propostas artísticas para o FIG. As propostas que chegarem pelos Correios, devem ter a data de postagem também até esta data. A Fundarpe reeditou o edital de convocatória nacional do 21º Festival de Inverno de Garanhuns.  As alterações no edital têm o objetivo de tornar mais claro o processo de seleção dos projetos inscritos, bem como o de corrigir alguns erros de digitação verificados após o lançamento do documento, no dia 11 passado.

As propostas devem ser seguir o formato dos formulários. São dez linguagens que formarão a grade artística do festival: Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Cultura Popular, Dança, Fotografia, Literatura, Música, Ópera e Teatro). Também há formulários referentes às propostas para a realização de oficinas de Formação Artístico-Cultural e das ações na área de Patrimônio.

A divulgação dos projetos que formarão a grade do FIG-2011 acontece no dia 28 de junho.

Jovens de Belmonte mostram o que aprenderam nas oficinas do Pernambuco Nação Cultural

Adriano Belfort
Descrição da imagem
Oficina de fotografia em Belmonte


No encerramento das oficinas de linguagem em São José do Belmonte, o clima foi de festa. Os alunos prepararam uma pequena mostra para apresentar o resultado do que aprenderam desde o inicio das aulas, na segunda-feira 23/05. Trabalhos como as peças feitas a partir de sobras de madeira, que agora eles sabem como fazer sozinhos, depois das aulas do artista plástico Braz Marinho, da oficina do Ciclo de Escultura Moderna. Outra turma, não menos empolgada, distribuía livretos de cordel que aprenderam a imprimir e editar com o designer gráfico Rodrigo Sushi, e como criar os versos, a partir da oficina de Introdução a Poesia Nordestina, de Allan Sales, poeta cordelista e xilogravurista.

Muito concorrida também foi a Oficina de Caboclinho, onde a criançada revelou seu talento nos passos do toré, do perré e da dança de guerra, elementos que compõem a dança. Nas aulas também aprenderam outros ritmos, como o coco, a ciranda e o cavalo marinho. Esse último, originário da zona da mata do Estado, foi uma surpresa para os pequenos sertanejos, que tiveram a oportunidade de conhecer de perto um pouco da tradição dos brincantes do cavalo marinho. O conhecimento e a troca de informações culturais, são os objetivos principais das oficinas.

Além das Oficinas de Linguagem, em Belmonte foram realizadas ainda Oficinas Institucionais com temas envolvendo Gestão de Equipamentos Culturais; Cultura, Direito e Diversidade e de Patrimônio e Preservação. Já as Oficinas de Comunicação tiveram como foco a fotografia, o vídeo filmagem e edição, áudio com edição e mixagem, jornalismo e redes sociais, e também rádios comunitárias.

Na festa de encerramento das oficinas , os alunos resolveram homenagear o mestre Zé de Balbino, sanfoneiro muito querido da população de São José de Belmonte.

Encontro Nordestino de Xaxado movimenta Serra Talhada com diversas atrações

OLHAÍ, MEU POVO, NESTA QUINTA FEIRA (02/06/11) ESTE QUE VOS FALA ESTARÁ VIAJANDO PARA SERRA TALHADA PARA PARTICIPAR DO VIII ENCONTRO NORDESTINO DE XAXADO. VEJA ABAIXO COMO SERÁ TODA A PROGRAMAÇÃO, ATENTANDO PARA A PRESENÇA DA LITERATURA DE CORDEL.